Os fundos da nossa casa dão para um parque com uma trilha para caminhadas. Posso ver a maior parte dela pela janela e, por isso, aprendi a reconhecer as pessoas pela maneira como caminham.

Conheço um advogado que mora no final da rua e sempre está com pressa; um homem idoso que passa bem devagar; uma mulher que anda a passos largos, vigorosos. Cada qual tem um modo característico de caminhar.

A Bíblia nos instrui: “e …andai em amor, como também Cristo nos amou…” (Efésios 5:2) e “Portai-vos com sabedoria…” (Colossenses 4:5). Eu me pergunto: “Será que o meu caminhar reflete o amor e a sabedoria de Deus? Será que tenho a sabedoria que é “…pura; depois, pacífica, indulgente, tratável, plena de misericórdia e de bons frutos, imparcial, sem fingimento”? (Tiago 3:17). Tenho amor, alegria e paz? Sou tranquilo e forte? O que os outros veem em meu caminhar?

George MacDonald, ministro cristão, disse: “Se vocês, que se dispuseram a teorizar sobre o cristianismo, estivessem dispostos a fazer a vontade do Mestre, quão diferente seria a condição dessa parte do mundo com a qual vocês têm contato.” De fato, seria muito diferente!

A sua vida está fazendo diferença na vida daqueles que estão ao seu redor? Será que os outros veem Jesus naquilo que você diz e faz?