Como reagimos às críticas hostis? Se elas nos deixam irados com quem nos critica, precisamos aprender com o pregador Jonathan Edwards (1703–58).

Edwards foi considerado pelos eruditos como um filósofo criterioso, mesmo assim os que governavam a sua igreja o atacaram de modo vingativo. Achavam que ele estava errado ao ensinar que uma pessoa precisava nascer de novo antes de participar da Ceia do Senhor.

Mesmo despedido de sua igreja, Edwards manteve uma atitude amorosa e de perdão. Um membro que o apoiava escreveu a seu respeito: “Nunca vi qualquer sintoma de desagrado em seu semblante. Ele parecia ser como um homem de Deus, cuja felicidade estava fora do alcance de seus inimigos.”

Edwards estava simplesmente copiando o exemplo do Senhor Jesus. Quando o Salvador foi insultado, não retribuiu com insultos. Quando foi acusado falsamente, permaneceu calado, “…como ovelha muda perante os seus tosquiadores, ele não abriu a boca” (Isaías 53:7).

Você tem paz interior mesmo quando é criticado? Ao pedir ajuda ao Espírito Santo, você pode — como Edwards — responder de forma semelhante a Cristo diante de acusações falsas ou  fofocas.